1.775.963 acessos

Notícias

Clipping – Revista Fórum - Copacabana Palace tem primeiro casamento entre mulheres de sua história

Em 95 anos de história foi a primeira festa de casamento homoafetivo no local

O Copacabana Palace, um dos mais luxuosos hotéis do Rio de Janeiro, recebeu um casamento de duas mulheres no último sábado (10). Em 95 anos de história foi a primeira festa de casamento homoafetivo no local.

A economista Roberta Gradel e a farmacêutica Priscila Raab fizeram uma cerimônia tradicional judaica. Ambas deram as sete voltas em volta da outra, quebraram a taça e tudo como manda a tradição judaica. Elas jogaram os buquês em balanços pendurados no teto do salão, de flores.

Segundo a coluna de Marina Caruso, do Globo, o custo do buffet da festa foi calculado ao preço de R$ 400 por pessoa.

Desde 2013, resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) obriga os cartórios de todo o país a celebrar o casamento civil e converter a união estável homoafetiva em casamento. Em quatro anos, foram 15 mil registros oficializados em todo o país, segundo o órgão.

Em abril de 2016, houve o primeiro casamento homoafetivo judaico da América Latina. As advogadas Vicky Escobar e Romina Charur se casaram em uma sinagoga de Buenos Aires. “Apesar de a união entre duas pessoas do mesmo sexo ser proibida pela Torá, o Talmude (outro livro sagrado para os judeus) coloca a dignidade como um de seus princípios e permite uma interpretação a favor do casamento”, explicou à época a noiva Vicky Escobar, à reportagem da Folha.


Fonte: Revista Fórum

12/03/2018