Notícias

TV Globo - Fantástico: Mulher que não podia ter filhos adota menino gerado por irmã e cunhado

Terezinha aceitou gerar um bebê, com seu próprio marido, para que Ana Maria pudesse adotar. Do amoroso acordo entre irmãs, nasceu Breno.

Essa é uma história de amor, em mais de um sentido. Ana Maria queria muito ter um filho, mas não podia. O sonho só foi possível graças a um gesto de Amor. Amor de coração mesmo, com o toque de uma feliz coincidência. É que "Amor" é o apelido de Terezinha, irmã de Ana Maria. Terezinha aceitou gerar um bebê, com seu próprio marido, para que Ana Maria pudesse adotar, e, desse amoroso acordo entre irmãs, nasceu o Breno. Veja na reportagem do Fantástico.

Fonte: TV Globo

14/06/2017